Papa Francisco nomeia novo bispo para Diocese de Lorena-SP

Com a CNBB

 

A Nunciatura Apostólica comunicou na manhã desta quarta-feira, 13 de janeiro, a decisão do papa Francisco em nomear dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, atual bispo de Colatina (ES), para a diocese de Lorena (SP), vacante desde a transferência de dom João Inácio Muller, ocorrida em 2019, para a arquidiocese de Campinas (SP).

Dom Joaquim

Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias nasceu em 23 de outubro de 1957, em Cafelândia (SP). Fez o ensino básico no Grupo Escolar de Cafelândia e o ensino médio na Escola Estadual Professor José Ranieri, em Bauru (SP). Em 1979, graduou-se em Administração de Empresas, na Faculdade Padre Anchieta, em Jundiaí (SP). A iniciação cristã foi realizada na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em sua terra natal, na Diocese de Lins. Ingressou no Seminário Diocesano de Jundiaí e estudou Teologia no Instituto Pio XI de 1994 a 1997. Após os estudos, foi ordenado diácono em 8 de agosto de 1997, vindo a exercer o ministério diaconal na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Jundiaí.

Foi ordenado sacerdote no dia 12 de dezembro do mesmo ano. A partir de então, exerceu as seguintes funções na Diocese de Jundiaí: codiretor do movimento Cursilho de Cristandade (dezembro de 1997); vigário da Paróquia São Sebastião (Itupeva, dezembro de 1997); pároco da Paróquia São Francisco de Assis (Campo Limpo, janeiro de 1999); pároco da Paróquia Nossa Senhora da Piedade (Várzea Paulista, outubro de 2001); presbítero a serviço da Diaconia Territorial de Santo Antônio (Botujuru, Campo Limpo Paulista, junho de 2002;) vice-reitor do Seminário Nossa Senhora do Desterro (Jundiaí, janeiro de 2003); membro do Colégio de Consultores da Diocese de Jundiaí (janeiro de 2006); reitor do Seminário Nossa Senhora do Desterro (Jundiaí, fevereiro de 2006); vigário paroquial da Paróquia Nova Jerusalém (Jundiaí, fevereiro de 2006); vigário geral da Diocese de Jundiaí (fevereiro de 2006); pároco da Paróquia São Roque (Jundiaí, janeiro de 2009); e administrador diocesano (março de 2009).

Em 21 de dezembro de 2011, foi nomeado pelo Papa Bento XVI bispo titular de “Sita” e bispo auxiliar da Arquidiocese de Vitória (ES). Foi ordenado bispo em 4 de março de 2012 (com transmissão ao vivo pela TV Canção Nova). Em 14 de maio de 2014, foi nomeado administrador apostólico da Diocese de Colatina. No dia 4 de março de 2015, foi nomeado bispo da Diocese de Colatina, pelo Papa Francisco.

 

Saudação

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou saudação ao novo bispo de Lorena (SP). Confira, abaixo, o texto na íntegra:

Saudação a dom Joaquim Wladimir Lopes Dias

 

Brasília – DF, 13 de janeiro de 2021

Estimado dom Joaquim Wladimir Lopes Dias,

A Conferência Nacional dos Bispos Brasil (CNBB) recebe com alegria a sua nomeação como novo bispo da diocese de Lorena (SP), divulgada nesta quarta-feira, 13 de janeiro. Agradecemos ao Papa Francisco por mais esta nomeação que fortalecerá a presença da Igreja no regional Sul 1 da CNBB.

Ao longo de seu ministério, com alegria, destacamos seu empenho no fortalecimento das pastorais sociais e o incentivo a participação dos fiéis em suas comunidades eclesiais, nas celebrações, na prática dos sacramentos e nas atividades sociais empenhadas por sua atual diocese em prol do meio ambiente, da cidadania e dos empobrecidos.

Desejamo-lhes que este tempo como pastor à frente da diocese de Lorena, em São Paulo, seja um tempo de renascer diante da Igreja à qual continua chamado a sempre servir com sua experiência e sabedoria.

Enviamos ao senhor nosso afetuoso abraço e rogamos à Nossa Senhora, que lhe cubra de bênçãos e proteção.

 

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Aviso legal: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Canção Nova. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.