Missão de transmitir a voz da Igreja ao mundo

“Mostrar ao mundo o que é um Reconhecimento Pontifício”. É esta, segundo Sérgio Coutinho, a intenção da transmissão deste momento histórico para a comunidade.

Sérgio, membro da Canção Nova há 10 anos, afirma que o uso dos meios de comunicação é um diferencial da comunidade: “Nossa missão é evangelizar e nosso carisma se desenvolve através dos meios de comunicação. Nossa maneira de evangelizar preferencial, não exclusiva, são os meios de comunicação”.

Em entrevista a Canção Nova, o presidente do Conselho Pontifício das Comunicações Sociais, Dom Claudio Maria Celli, falou do uso das mídias a serviço da Igreja: “Os meios devem ter consciência de que oferecem uma oportunidade para que o homem de hoje, que caminha no mundo, possa ter contato, possa conhecer e ser interpelado pela Palavra de Deus”.

sdasdasas

Os missionários André, Sergio e Simone em gravação com monsenhor na praça de São Pedro

Sérgio Coutinho recorda que o fundador da Canção Nova, Monsenhor Jonas Abib, é a favor do uso de todos os meios de comunicação para evangelizar. De fato, rádio, TV e internet estão envolvidas nesta cobertura, que terá enfoque jornalístico. Além disso, a WEBtvCN exibirá vídeos exclusivos do evento. “Teremos fotos carregadas ao vivo e pela internet sem fio, transmissão usando celular e transmissões usando satélite”, acrescenta.

“Queremos, não somente, transmitir o evento, mas, o que é a realidade de Igreja, o que é ser Igreja. Queremos mostrar que a sucessão apostólica que de Pedro veio ao Papa Bento XVI e do Papa chegou até nós”, assinala Sérgio.

Paula Dizaró, há seis anos na comunidade, também fala de sua experiência: “Estou muito feliz pela graça de poder contribuir nas transmissões do Reconhecimento Pontifício para que toda a família Canção Nova, do Brasil ou de outra parte do mundo; participe desta grande festa”. A missionária, a frente da cobertura fotográfica, diz que fará seu trabalho com “qualidade e profissionalismo”.

Missão de Roma

A missão de Roma começou há 11 anos. No início, trabalhou com atividades junto aos peregrinos. Posteriormente, começou a transmitir grandes eventos para a Igreja. O Grande Jubileu da Igreja foi o primeiro deles. Neste mesmo caminho, levando a voz da Igreja para o mundo, continuou seu trabalho cobrindo a morte de João Paulo II, seu funeral e o conclave que elegeu Bento XVI.

“Hoje, apresentamos às pessoas o que é uma peregrinação nos lugares santos aqui em Roma, nas Basílicas Santas, de São João de Latrão, Catedral de Roma e Catedral do mundo; na Basílica de São Pedro, onde está o apóstolo Pedro, primeiro Papa; na Basílica de São Paulo Fora dos Muros, onde está Paulo, coluna da Igreja; na Basílica Nossa Senhora Santa Maria Maior, a primeira Basílica dedicada à Nossa Senhora no Ocidente”, diz Sérgio.

Aviso legal: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Canção Nova. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.