Canção Nova Rio: 25 anos de Cidade Maravilhosa!

IMG_7161

Cidade Maravilhosa
Cheia de Encantos mil…
Cidade maravilhosa,
Coração do meu Brasil!

O refrão do famoso hino da cidade do Rio de Janeiro retrata bem as riquezas aí encontradas: belas paisagens; povo alegre, espontâneo e acolhedor; festas, pontos turísticos e patrimônios conhecidos mundialmente, como o monumento do Cristo Redentor. Uma grande cidade com seus desafios e contrastes sociais, mas que resguarda a simpatia de uma gente batalhadora, que mantém o bom humor sempre, apesar das lutas e dificuldades do dia a dia.

Um cenário que contempla locais famosos como as praias de Copacabana e Ipanema, contudo, mais ainda, se configura como um grande “mar de evangelização”, onde é possível avançar sempre a águas mais profundas. Missão esta compartilhada e vivida pela Comunidade Canção Nova há 25 anos na capital fluminense. No mesmo mês de aniversário da cidade, a Canção Nova completa seu jubileu de prata em terras cariocas.

O início

Em 1992, um grupo de missionários bem jovens chegava um pouco receoso, sem saber o que aconteceria dali em diante, mas com o coração disponível para contribuir com a evangelização. Além da recepção pela Arquidiocese do Rio e pelo então arcebispo, Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, o grupo foi acolhido, especialmente, por pessoas generosas da Paróquia Nossa Senhora da Conceição e São Sebastião do bairro do Engenho de Dentro, que se esforçaram para garantir àqueles missionários todo o necessário: alimento, móveis, vestimentas etc.

Um início muito modesto, que representou também a pequenez com a qual a própria comunidade foi fundada em 1978. Uma simplicidade que não deixou de marcar toda a vida da missão, mas esta foi se desenvolvendo até estabelecer diversas frentes de evangelização: realização de encontros, eventos e shows; abertura de casa de evangelização e Loja Canção Nova; atividades como grupos de oração, aprofundamento e atendimentos de oração; e a evangelização a partir dos meios de comunicação, entre eles rádio, produtora da TV Canção Nova e internet.
Ano Jubilar

A celebração jubilar

Para marcar o início das celebrações deste ano jubilar, os cariocas receberam com alegria o fundador da Comunidade Canção Nova, monsenhor Jonas Abib. Ele presidiu uma Santa Missa em ação de graças no último dia 4 de março, no Santuário Basílica de São Sebastião, mais conhecido como Igreja dos Capuchinhos, no bairro da Tijuca, zona norte do Rio. Estiveram ainda presentes, sacerdotes e diáconos das arquidioceses do Rio e Niterói, religiosos, amigos da missão, membros de novas comunidades e do Conselho Nacional da Renovação Carismática Católica (RCC).
No santuário, dedicado ao padroeiro do Rio e onde está o marco de fundação da cidade, padre Jonas destacou, em sua homilia, a partir do chamado de Jesus a Levi, o cobrador de impostos (Lc 5, 27-32) que é tempo de “re-seguirmos” Jesus, sobretudo neste período de Quaresma. “É tempo de seguir de novo, com nova disposição, nova prontidão e nova entrega”, enfatizou.

Um chamado ao qual a Canção Nova quer seguir sempre, para que venham mais 25, 50, 75 anos na Cidade Maravilhosa. Um apelo e envio fortemente destacado pelo também sacerdote da comunidade, padre Wagner Ferreira, carioca, membro da missão do Rio nos anos 90 e que co-celebrou a Missa dos 25 anos: “Os membros da comunidade devem ter a coragem de ir às periferias, não apenas geográficas, mas nas periferias existenciais do povo carioca, como diz o Papa Francisco. Agora vocês vão partir do zero. Agora é hora de um tempo novo da Canção Nova no Rio de Janeiro. Coragem, esperança, alegria, determinação, porque fizemos muito pouco, e agora é a hora de transbordarmos a misericórdia de Deus na Igreja de São Sebastião do Rio de Janeiro”.

Ainda na tarde do sábado, 4, o fundador da Canção Nova se encontrou com os membros da missão do Rio, quando retomou o histórico da RCC, nestes 50 anos de seu início no mundo, acolheu e cumprimentou cada um. Por fim, rezou pelos missionários a fim de que sigam e conduzam sua vocação e ação evangelizadora sob a tríade do encontro pessoal com Jesus, batismo no Espírito Santo e anúncio da segunda vinda gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Um tempo novo se inicia

Atualmente, a frente de missão conta com nove membros do núcleo e 38 do segundo elo, e é realizada por meio da rádio; redes sociais; eventos; grupos de oração; Grupo de Amigos CN; Projeto Juventude; Clube da Evangelização; Vocacional; e pregações e condução de retiros e encontros na Arquidiocese do Rio e em (arqui)dioceses vizinhas, como de Niterói, Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Além disso, uma grande novidade está por vir: em breve, a casa de evangelização será inaugurada, onde também será reaberta a loja, na Rua Felipe Camarão, 109, no Maracanã.

Um tempo novo que se inicia. Tempo de avançar, tempo de “re-seguir”. Que, como o “Cristo Redentor de braços abertos sobre a Guanabara”, os missionários tenham não somente os braços, mas o coração aberto para amar, evangelizar e, com coragem, recomeçar sempre.

 

Por Gracielle Reis, jornalista, carioca e missionária da Comunidade Canção Nova no Rio de Janeiro.

Acesse e conheça mais:

Facebook CN Rio – https://www.facebook.com/cancaonovario
Fotos – https://www.flickr.com/photos/cnrio/sets/72157677730790403
Homilia em áudio – https://www.mixcloud.com/cancaonovario/homilia-padre-jonas-santa-missa-25-anos/
Homilia em vídeo – https://youtu.be/BQIrdA2ra4I
Reportagem CN Notícias – https://www.youtube.com/watch?v=IFg2-o8fnFs

Aviso legal: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Canção Nova. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.