Estatutos

Os Estatutos são o conjunto de normas e regras que disciplinam o funcionamento e o crescimento de uma associação. Uma vez aprovados, eles só podem ser modificados com a permissão da autoridade eclesiástica que os ratificou. Por também possuírem a função de proteger e garantir a eclesialidade do carisma de uma associação de fiéis, eles devem traduzir as riquezas próprias deste [carisma] em forma de normas.

Caso seja necessário, a associação deverá redigir um diretório (regulamento interno), cuja função é ajudar os membros a compreender e a realizar as normas dos Estatutos, aplicando-as à vida da associação. O diretório não precisa ser aprovado pela autoridade eclesiástica; contudo, não pode entrar em contradição com as normas dos referidos Estatutos.

O Estatuto é a carta de identidade de uma associação. Como já afirmamos, ele é aprovado “ad experimentum”, ou seja, durante um período de cinco anos o Conselho Pontifício para os Leigos procura constatar se, de fato, as normas contidas nesse documento traduzem a riqueza do carisma Canção Nova e também vai procurar perceber se os membros da comunidade estão sendo fiéis na realização dessas normas. É um tempo também oportuno para que a comunidade possa fazer a sua verificação de modo a constatar se este é ou não sua carta de identidade.