Acompanhe: estado de saúde de William Guimarães

Willian Guimarães é membro da Comunidade Canção Nova, seminarista e um dos envolvidos no acidente em Sto. Antônio de Pádua.

William_Guimaraes_884x422

🎧 🎵 Ouça ou baixe aqui a homilia: “Tudo pode ser mudado pela oração” (07/09/16), em que Monsenhor Jonas Abib lança a campanha: #SOSWillian pedindo pela vida e pela saúde do seminarista.

 

barra_h

Acompanhe os boletins publicados

📅 Dia 14/10/16 | Sexta-feira (novo!)

⏰ 13h – Recebeu alta. 🙌🙌🙌“Irmãos, em Cristo nós recebemos a nossa parte. Segundo o projeto daquele que conduz tudo conforme a decisão de sua vontade, nós fomos predestinados a ser, para o louvor de sua glória, os que de antemão puseram a sua esperança em Cristo” (Ef.1, 11-12)

⏰ 14h30 – Willian grava mensagem agradecendo pelas orações. 🎵 Ouça ou baixe aqui:

barra_h

📅 Dia 13/10/16 | Quinta-feira 

⏰ 17h – As taxas de creatinina continuam estáveis, a ureia subiu um pouco. Aguarda resultado dos exames. Quadro estável, sem alterações.

barra_h

📅 Dia 12/10/16 | Quarta-feira 

⏰ 17h – Resultado dos exames previsto para esta quinta-feira,13. Passa bem. Quadro estável, sem alterações.  

barra_h

📅 Dia 11/10/16 | Terça-feira 

⏰ 17h – Realizou exames, fez ressonância do ombro direito e tomografia da coluna. Aguarda resultado previsto para amanhã, 12. Se alimenta bem, caminhou. Quadro estável, sem alterações.

barra_h

📅 Dia 10/10/16 | Segunda-feira 

⏰ 17h – Permanece internado mas, agora, se recupera no quarto do hospital. Hoje, iniciou exercícios de respiração para auxiliar no completo restabelecimento dos pulmões. Os sinais vitais estão ok, não houve alterações. Aguarda resultado de exames.

barra_h

📅 Dia 09/10/16 | Domingo 

⏰ 16h – Fez fisioterapia pela manhã, pedalou na bicicleta para fortalecer a musculatura das pernas e caminhou nos corredores do hospital, várias vezes, durante o dia, sozinho e sem apoio. As taxas de creatinina mantiveram-se em 4.5, por isso, não foi necessário fazer hemodiálise (HD) e o cateter venoso de acesso para a hemodiálise foi retirado. No final da tarde deste domingo recebeu alta do CTI para o quarto.

barra_h

📅 Dia 08/10/16 | Sábado 

⏰ 17h – Hoje, pela manhã, fez fisioterapia com pesinhos para fortalecer os músculos dos braços. Fez uso de TENS (estimulação elétrica transcutânea, terapia que utiliza uma corrente elétrica aplicada superficialmente através de eletrodos) para relaxar os músculos da lombar. Começou a caminhar sozinho, sem apoio. Hoje caminhou várias vezes durante o dia nos corredores do hospital. Realizou novos exames de sangue e teve uma baixa de creatinina, por isso, não foi necessário fazer sessão de hemodiálise (HD). 

barra_h

📅  07/10/16 | Sexta-feira 

⏰ 17h – Devido a uma queda de potássio no sangue, precisou repor 250 ml de potássio. Teve um aumento nas taxas de creatinina, e como já era esperado, foi necessário fazer uma nova sessão de HD (hemodiálise) que já foi realizada nesta tarde pelo período de quatro horas. Durante o procedimento, apresentou um aumento da pressão arterial. Foi definido pelos médicos que serão realizadas quatro horas de hemodiálise, em dias alternados, até que as taxas de creatinina se estabilizem. Teve aumento da hemoglobina, por isso, não precisou repor hemácias (sangue). A temperatura corporal e os níveis de saturação estão normais. Fez ultrassom no ombro e braço direito e os exames não apontaram lesão na região. Hoje, pela manhã, fez fisioterapia e caminhou pelos corredores do hospital.

barra_h

📅 Dia 06/10/16 | Quinta-feira 

⏰ 17h – Pela manhã, fez fisioterapia e caminhou pelos corredores do hospital. Os exercícios tem ajudado no fortalecimento da musculatura. A temperatura corporal, os níveis de saturação e a frequência cardíaca estão normais. Foi necessário repor  600 ml de sangue devido a um quadro de anemia – causada pela diminuição de hemácias (também chamadas de eritrócitos e glóbulos vermelhos e são responsáveis pelo fluxo de oxigênio no corpo). Aguarda resultados de exames para que a equipe médica avalie a necessidade de fazer ou não uma nova sessão de hemodiálise. Hoje, pela manhã, a traqueostomia foi retirada. 

barra_h

📅 Dia 05/10/16 | Quarta-feira 

⏰ 17h – As taxas de creatinina baixaram e hoje não foi necessário realizar a sessão de hemodiálise (HD). Se queixou de dores no ombro e braço direito, por isso, a equipe médica colocará à sua disposição um médico especialista que fará uma avaliação. Os sinais vitais, a temperatura corporal, os níveis de saturação e a frequência cardíaca estão normais. Nesta tarde, iniciou os exercícios de pilates. 

barra_h

📅 Dia 04/10/16 | Terça-feira 

⏰ 17h – Fez nova sessão de hemodiálise (HD), que tem o objetivo de filtrar o excesso de toxinas e substâncias presentes no sangue até que os rins funcionem suficientemente. A temperatura corporal, os níveis de saturação e a frequência cardíaca estão normais. Apenas a pressão arterial oscilou um pouco. Devido ao procedimento de diálise, ficou mais tempo deitado. Foi colocada uma barra de pilates no seu quarto para que, assim que possível, inicie os exercícios. Hoje, houve uma evolução nutricional, passou a se alimentar com comida sólida.

barra_h

📅 Dia 03/10/16 | Segunda-feira 

⏰ 17h – Foi necessário fazer uma nova hemodiálise, durante algumas horas, devido às taxas de ureia e creatinina que voltaram a subir, consequência da sobrecarga de medicamentos administrada. Foi trocada a cânula plástica da traqueostomia por uma de metal, passo importante para que ele possa voltar a respirar sem nenhum auxílio mecânico. Não teve mais febre.

barra_h

📅 Dia 02/10/16 | Domingo 

⏰ 17h – Estava previsto a realização da hemodiálise por 48 horas mas, hoje, já não foi mais necessária, pois foram feitos os exames e as taxas de ureia e creatinina estão normalizadas. Permanece com o catéter apenas por precaução. Hoje, teve um pouco de febre, que durante a tarde chegou a 37.7 graus. Permanece com a cânula plástica da traqueostomia, mas é possível que amanhã, 03, seja feito a troca por uma de metal. Hoje, realizou exercícios físicos e caminhou.

barra_h

📅 Dia 01/10/16 |Sábado 

⏰ 17h – Taxas de ureia e creatinina ainda estão altas, além de alguns desequilíbrios metabólicos em função da medicação. A equipe médica resolveu, assim, realizar uma hemodiálise, que será feita por, pelo menos, dois dias, até que o rim se reestabeleça, o sangue seja filtrado e não seja mais necessário este auxílio para sua capacidade renal. O catéter já foi colocado e a hemodiálise já foi iniciada. Passa bem.

barra_h

📅 Dia 30/09/16 |Sexta-feira 

⏰ 17h – Passou a noite bem. Devido ao uso de antibiótico está com as taxas de ureia e creatinina altas, além de alguns eletrólitos alterados. É necessário o aguardo de 24 a 48 horas para verificar se as taxas baixam e se os rins voltam ao normal. Hoje, caminhou e fez seus exercícios fisioterápicos. Não tem mais necessidade do auxílio da ventilação mecânica, pois a ação pulmonar evoluiu. Trocou a cânula da traqueostomia por uma outra, também de plástico. A pressão arterial e a frequência cardíaca estão normalizadas. Não apresentou mais febre.

barra_h

📅 Dia 29/09/16 |Quinta-feira 

17h – Dormiu bem. O procedimento de drenagem do seio maxilar foi muito bem sucedido. Não apresentou mais febre. Os parâmetros estão normalizados. Tem permanecido apenas uma hora, em cada período (manhã, tarde e noite), com a ventilação mecânica.

barra_h

📅 Dia 28/09/16 |Quarta-feira 

17h – A drenagem do sangue e pus que causavam a inflamação dos seios da face foi realizada e o procedimento cirúrgico foi bem sucedido. Os parâmetros estão bons. Já se encontra no quarto do CTI do hospital se recuperando.

barra_h

📅 Dia 27/09/16 |Terça-feira 

17h – Teve febre (38 graus), por isso, ainda faz uso de antibióticos. Os médicos acreditam que esta febre deve-se ao pus e ao sangue que se encontram alojados no seio maxilar, por isso, será realizado o procedimento de drenagem nesta quarta-feira, 28. Hoje, ficou um pouco taquicárdico, mas este quadro já está controlado. Continua com a traqueostomia e ainda faz uso da ventilação mecânica durante a noite. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 26/09/16 | Segunda-feira 

17h – A febre baixou, hoje chegou a 37,5 graus.  Faz uso de antibióticos. Passou o dia sentado, caminhou, se alimentou melhor, faz acompanhamento nutricional. Hoje, está, fisicamente, mais disposto. Usará o aparelho respirador somente a noite para que supere o quadro de atelectasia na base dos pulmões. Está previsto um procedimento para a próxima quarta-feira, 28, será feito uma drenagem da face para sanar qualquer foco de infecção, neste caso, uma sinusite. 

barra_h

📅 Dia 25/09/16 | Domingo 

17h – A alimentação está sendo revisada para que haja um melhor aproveitamento nutricional. Fará uso do aparelho respirador durante os próximos dias para que supere o quadro de atelectasia na base dos pulmões. Em estado febril e apresenta uma secreção mais espessa, com isso, os médicos voltaram a administrar os antibióticos.

barra_h

📅 Dia 24/09/16 | Sábado

17h – Tem conseguido se alimentar (alimentos pastosos). Hoje, voltou a fazer uso do aparelho respirador durante vinte minutos no período da manhã e vinte minutos a tarde. Possivelmente, passará esta noite com a ventilação mecânica devido a um quadro de atelectasia na base do pulmão, isto significa que os alvéolos pulmonares (estruturas de pequenas dimensões localizadas no final dos brônquios, onde se realiza a troca gasosa) estão fechados. O objetivo é que os pulmões, a partir deste processo, se expandam.

barra_h

📅 Dia 23/09/16 | Sexta-feira 

17h –  Como era previsto, foi trocada a cânula da traqueostomia por uma cânula de metal, porém, ele não se adaptou e os médicos recolocaram a cânula plástica. Com isso, ele volta a não poder falar. Apresentou uma febrícula (37,5 graus) e está um pouco mais cansado hoje. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 22/09/16 | Quinta-feira

17h –  Passou o dia bem. Retirou o acesso venoso para a medicação. Continua realizando os testes para voltar a se alimentar normalmente. Amanhã, 23, será trocada a cânula da traqueostomia. Hoje, fez uma pequena caminhada no corredor do CTI e chegou – acompanhado por uma enfermeira – a participar de uma parte da Missa que foi celebrada, pela manhã, na capela do hospital. Passou boa parte do dia sentado. Quadro estável, em evolução.

barra_h

📅 Dia 21/09/16 | Quarta-feira

17h –  Se encontra internado no CTI do Hospital “São José do Avaí” em Itaperuna (RJ). Faz uso da sonda alimentar. Ainda está com a traqueostomia (ventilação mecânica prolongada) e tem feito uso do aparelho respirador somente duas horas/dia. Tem passado, em média, três horas sentado, no período da manhã, e mais três horas no período da tarde. Hoje, caminhou, percorreu – a passos lentos – a metade do corredor do CTI. Quadro estável, em evolução.

barra_h

📅 Dia 20/09/16 | Terça-feira 

17h –  Passou o dia bem. Dormiu a noite inteira sem o aparelho respirador. Tem feito os exercícios de fono e fisioterapia e, para fortalecer a musculatura e facilitar a respiração, nos momentos em que puder sentar, será colocado em uma cadeira mais ereta. Também deu pequenos passos hoje. Sem febre. Quadro estável, em evolução.

barra_h

📅 Dia 19/09/16 | Segunda-feira 

17h –  A infecção na traqueia está controlada, a febre cessou. Hoje, desinchou um pouco mais. Retomou o “treinamento” de ficar sem o aparelho respirador (até que não seja mais necessário o auxílio da ventilação mecânica). Fez exercícios de fisioterapia e fono. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 18/09/16 | Domingo

11h –  Dormiu bem esta noite. Ainda está febril. Os médicos suspeitam que a febre seja um sintoma decorrente de uma pequena infecção na traqueia por causa do uso do tubo respirador e da traqueostomia. Devido a este quadro, o antibiótico foi alterado para que se alcance uma melhor eficácia na ação dos medicamentos. Hoje, não fará o exercício de ficar sem o aparelho (ventilação mecânica), mas continuará a realizar os exercícios fisioterapêuticos.

barra_h

📅 Dia 17/09/16 | Sábado 

16h –  Esteve febril pela manhã, mas a temperatura já se normalizou. Pressão estabilizada. Se alimenta pela sonda porque ainda faz este “treinamento” até que possa voltar a se alimentar. Fez, novamente, o exercício de ficar sem o aparelho respirador (ventilação mecânica) por algumas horas e também realizou exercícios de fisioterapia – hoje, por exemplo, foi colocado de pé – para que estes movimentos o ajudem na evolução do tratamento e na sua recuperação. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 16/09/16 | Sexta-feira

16h –  Hoje, ficou duas horas sem o aparelho respirador e, progressivamente, fará este exercício diário, até que não seja mais necessário o auxílio da ventilação mecânica. Desinchou um pouco mais. Faz fisioterapia e exercício para as pernas. Pressão arterial normalizada. Quadro estável, em evolução.

barra_h

📅 Dia 15/09/16 | Quinta-feira 

11h –  Hoje, sentou-se por alguns momentos, isso ajuda na evolução da reação pulmonar. Já se alimenta via oral. Aos poucos, a medicação será administrada também via oral. Os médicos estão iniciando os testes para que ele comece a respirar voluntariamente, sem auxílio da ventilação mecânica. Pressão oscilante, mas com parâmetros positivos. ⏰ 18h – Foi orientado pelo fonoaudiólogo a retomar a sonda para alimentação. Por prudência, não voltará a se alimentar via oral ainda, vai, antes, fazer este “treinamento” por conta da traqueostomia. A pressão aumentou um pouco, mas está sendo controlada pela medicação. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 14/09/16 | Quarta-feira

11h –  Nesta noite, fez vômito, se alimenta por sonda. Não faz uso de sedativos, está consciente. Ainda com a traqueostomia (intervenção cirúrgica que consiste na abertura de um orifício na traqueia e na colocação de uma cânula para a passagem de ar) mas, interagindo. Hoje, ficará sentado por duas horas. Quadro ainda é considerado grave, mas tem correspondido bem ao tratamento terapêutico. ⏰ 18h – Hoje, ficou quase duas horas sentado, interagiu, se emocionou ao receber a visita de familiares e amigos. Apesar da traqueostomia, consegue se comunicar por meio de sinais, gestos e expressões. Os médicos avaliam se ele tem condições de se alimentar sem o auxílio da sonda. Permanece na UTI, mas está correspondendo bem ao tratamento terapêutico. Apresenta bons sinais de evolução.

barra_h

📅 Dia 13/09/16 | Terça-feira 

11h –   Nesta madrugada, teve um pouco de dor no estômago, náusea e vômito. Pela manhã, interagiu, sentou-se (isso é positivo para os pulmões), e está mais consciente. Seu quadro ainda é considerado grave devido aos parâmetros que, segundo os médicos, precisam de evolução. Quadro estável.  17h – Está consciente, não faz uso de sedativos. Os parâmetros estão evoluindo. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 12/09/16 | Segunda-feira 

11h –  Teve uma noite mais agitada, fez vômito. Pela manhã estava mais calmo, porém, voltou a se agitar quando a equipe médica o visitou. Sente bastante incômodo devido às fraturas na face, costela e vértebra lombar e, principalmente, por conta do tubo que o auxilia na respiração. A pressão arterial aumentou, a temperatura subiu, por isso, foi novamente sedado. O prazo para retirada do tubo (ventilação mecânica) se esgotou, então, a decisão da equipe médica – e também da família -, é que seja realizada a traqueostomia. A previsão é que este procedimento seja feito nesta tarde, às 15h. 18h – Fez a traqueostomia e tudo correu bem. Agora, está mais tranquilo. A sonda foi trocada, os parâmetros estão bons. Pressão arterial normalizada. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 11/09/16 | Domingo

11h –  Os parâmetros estão bons. Os sedativos foram diminuídos e, hoje, ele está sereno e tranquilo. Interagiu com os familiares durante o horário de visita, abriu os olhos e expressou algumas reações e movimentos. Se permanecer desta forma, sereno e tranquilo, a previsão é que sejam retirados os tubos (ventilação mecânica) nesta segunda-feira, 12, e ele passe a respirar voluntariamente.  18h – Teve um dia mais tranquilo, se comunicou por meio de gestos. A sedação está sendo diminuída a cada seis horas. Nesta segunda-feira, 12, será verificado a possibilidade da retirada da ventilação mecânica. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 10/09/16 | Sábado 

11h – Os testes para diminuição dos sedativos estão sendo realizados, por conta deste processo, ficou agitado e, pela manhã, retirou o tubo respiratório. Como consequência, houve aumento da pressão arterial e ele foi intubado novamente. Neste momento, está  sedado e a pressão foi normalizada. Os exames, em geral, apresentaram bons resultados.  18h – Nesta tarde, voltou a se agitar após diminuírem os sedativos e a pressão arterial subiu. Houve uma mudança de posição para auxiliar os pulmões na respiração e isso, possivelmente, causa-lhe um pouco de incômodo devido ao tubo (ventilação mecânica) e devido às fraturas (na face, costela e vértebra lombar), além das lesões nos pulmões. Não houve febre. Pressão arterial já está normalizada. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 09/09/16 | Sexta-feira

11h – Continua sedado e intubado. A febre cessou. Há um pouco de desidratação. No entanto, a hidratação está sendo balanceada de acordo com a necessidade dos rins, em contrapartida, com atenção aos pulmões, que não podem receber hidratação demasiada. Intestino funcionando normalmente. A intenção da equipe médica é de diminuir, aos poucos, os sedativos. Os exames dos pulmões e os demais exames apresentaram bons resultados. Quadro estável. 18h – Continua sedado, não apresentou febre, aguardando ação dos medicamentos. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 08/09/16 | Quinta-feira 

11h – Os drenos dos pulmões foram retirados agora pela manhã. O exame de raio-X foi realizado nos pulmões e demonstrou uma melhora considerável. O quadro de infecção pulmonar está sendo controlado. Apresenta um pouco de febre, decorrente, segundo os médicos, não da pneumonia, mas de alguma outra pequena infecção. Os sedativos estão sendo diminuídos e ele já se movimenta um pouco. Quadro estabilizado. 18h – Apresenta um pouco de febre (38.3 graus). Nesta tarde, a pressão arterial aumentou um pouco. Sem outras intercorrências. Quadro estável. 

barra_h

📅 Dia 07/09/16 | Quarta-feira 

11h – Permanece intubado e sedado.  Respira por aparelhos. Pressão arterial, batimentos cardíacos e saturação estão normalizados. O quadro de infecção dos pulmões está sendo monitorado pela equipe médica na observação quanto à eficácia dos medicamentos. Passou a noite na posição prona (intervenção que melhora a oxigenação). Está previsto que, nesta tarde, ele seja “despronado” para avaliação da reação pulmonar.  Será feito também alguns testes para observação da ação respiratória voluntária. 18h  –  Infecção sendo, aos poucos, controlada. Está respondendo à medicação. Permanece sedado e respira por aparelhos.

barra_h

📅 Dia 06/09/16 | Terça-feira 

11h – Continua intubado e sedado. Nesta noite teve febre, devido à pneumonia que atingiu o outro pulmão, quadro que está sendo controlado pelos médicos. 18h – Continua intubado e sedado. Os médicos trocaram os antibióticos para estimular uma melhor reação no quadro de infecção pulmonar.

barra_h

📅 Dia 05/09/16 | Segunda-feira

11h – Teve um pouco de febre pela manhã, mas já foi controlada. Pressão estabilizada, realiza testes para que, aos poucos, os sedativos sejam retirados. Quadro estável. 18h – Apresentou melhoras na respiração. Pouco a pouco, a sedação está sendo retirada. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 04/09/16 | Domingo

11h – Permanece internado na UTI do Hospital “São José do Avaí” em Itaperuna (RJ). Continua intubado, sedado. Pupila dos olhos boa (indica que o cérebro está trabalhando bem); rins funcionando normalmente; apresentou uma melhora pulmonar; pressão arterial normal; inchaço diminuindo. Quadro estável com sinais de reação. 18h – Apresenta uma pneumonia leve em um dos pulmões, que já está sendo tratada e com boa reação nos exames. A pressão arterial aumentou um pouco esta tarde e teve taquicardia. Segundo o médico, isso se deve a um quadro psicoemocional. Quadro estável.

barra_h

📅 Dia 03/09/16 | Sábado

11h – Transferido para o Hospital “São José do Avaí” em Itaperuna (RJ). Continua intubado, sedado. O dreno foi recolocado no pulmão direito. Pressão arterial normal, sem febre. Quadro estável. 18h – Quadro estável. Devido à necessidade de transferência até o Hospital “São José do Avaí” em Itaperuna (RJ) – ocorrida na noite de ontem, 02 -, sua condição respiratória está mais debilitada.

barra_h

📅 Dia 02/09/16 | Sexta-feira

11h – Foi retirado o sedativo, abriu os olhos, respira ainda com o auxílio de aparelhos, contudo, os modos ventilatórios foram alterados para que, aos poucos, ele respire voluntariamente sem a ajuda do aparelho. Pressão normalizada. Previsão de retirada dos drenos hoje à tarde. Quadro de saúde com sinais positivos de evolução. 18h –  Os drenos foram retirados. Está sendo transferido para o Hospital “São José do Avaí” em Itaperuna (RJ).

barra_h

📅 Dia 01/09/16 | Quinta-feira

11h – Quadro de saúde estável. 18h – Permanece sedado, respira com o auxílio de aparelhos, devido ao dreno dos pulmões (que no momento está fechado). Pressão arterial e temperatura corporal mantêm-se normalizados. Quadro estável, com bons sinais de evolução.

barra_h

📅 Dia 31/08/16 | Quarta-feira

11h – Continua internado no Hospital Casa de Saúde Santa Mônica (Santo Antônio de Pádua, RJ) sedado, intubado, porém, estável. Sua irmã, que é fisioterapeuta já está no hospital e acompanha a equipe médica responsável. 18h – Fez drenagem nos pulmões com ótimo resultado. Pressão arterial, praticamente, normalizada e o hemograma não apontou nenhum problema.  Continua em estado de observação, mas houve uma significativa melhora. 

barra_h

📅 Dia 30/08/16 | Terça-feira  

⏰ 19h – Realizou exames e a tomografia não apontou lesões na coluna. Houve perfuração nos pulmões, mas os médicos fizeram uma drenagem em um dos pulmões e fariam o mesmo procedimento no outro pulmão. Quadro é grave.

 

 🙏 Escreva abaixo um comentário para o Willian Guimarães

> 🏥 Acompanhe: estado de saúde de Felipe Pavão
> 💥 Saiba mais sobre o acidente em Santo Antônio de Pádua (RJ)

Comentários