Série especial

A 17 dias do Reconhecimento Pontifício, o Telejornal Canção Nova Notícias, exibe séries de reportagens especiais sobre os temas: As Novas Comunidades e Movimentos Eclesiais; o “lugar” da Canção Nova na Igreja; e o que significa receber o Reconhecimento Pontifício.

Na primeira série, exibida durante esta semana, a repórter Liliane Borges, enviada especial a Roma, fala do papel das Novas comunidades na Igreja. Todas as reportagens você revê aqui no comunidade.cancaonova.com.

Assista à reportagem:

O elemento carismático nunca faltou ao longo da história da Igreja. O Espírito recebido em Pentecostes, suscitou em todos os tempos respostas às necessidades do povo. As Novas Comunidades e Movimentos Eclesiais, surgiram no século XX, século da modernidade, do mundo sem fronteiras.

As Novas Comunidades com expressões de diferentes carismas, são agregações sempre vistas com benevolência por João Paulo II, que as considerava um dos frutos mais significativos da Primavera da Igreja, anunciada pelo Concílio Vaticano II.

A atuação dos leigos na Igreja foi o tema do Sínodo dos bispos de 1987. A Igreja apresentou em dimensão universal os movimentos. No documentos Christis Fidelis Laici, promulgado logo após o Sínodo, João Paulo II, reconheceu nos movimentos, a participação na missão da Igreja: “Levar o Evangelho de Cristo como fonte de esperança para o homem, renovando a sociedade”.

Veja também:

:: Confira a cobertura da TV Canção Nova no Reconhecimento Pontifício

:: Conheça os vencedores da promoção “Canção Nova leva você a Roma”

Comentários