Série Canção Nova

Após a série de reportagens sobre as Novas Comunidades e Movimentos Eclesiais, exibida pelo Telejornal Canção Nova Notícias, você conhece, nesta semana, um pouco mais da história da comunidade que receberá seu Reconhecimento Pontifício no próximo dia 3.

Na primeira reportagem da série, você vai ver como começou esta história, os sinais que motivaram o então padre Jonas a continuar sua missão de evangelizar os jovens e como, daquele pequeno grupo, surgiu a Canção Nova.

Assista à reportagem

“Formar homens novos para um mundo novo”. Uma vocação ousada e, ao mesmo tempo, necessária para os nossos tempos. Há 30 anos, a Providência Divina começava a manifestar-se. Era o início da Comunidade Canção Nova, fundada por padre Jonas Abib. Pequenos sinais e pistas foram seguidos, com perspicácia, por um padre que começava seu trabalho de evangelização com os jovens.

O apostolado de padre Jonas intensificou-se nos encontros de oração que, a princípio, eram realizados no colégio São Joaquim, em Lorena (SP); mas a procura dos jovens crescia e um outro lugar para os retiros se fazia necessário.

Para esta árdua missão, Deus deu ao sacerdote uma companheira: Luzia Santiago. Com o auxílio desta jovem, os caminhos a serem seguidos ficavam mais claros. Um dia, em oração, Luzia se lembrou de uma grande fazenda em Areias (SP); que passou a ser o local onde a juventude se reunia para cantar, rezar e ouvir as palestras do então padre Jonas Abib.

O acesso à fazenda, entretanto, tornou-se difícil. Fez-se necessário buscar outro lugar para os retiros. A Canção Nova ganhou um terreno em Queluz (SP). Surgia, então, o desafio da construção de uma casa própria para os encontros. Um desafio enfrentado por Wellington Silva Jardim, o Eto. Foi construída a Casa de Maria em Queluz (SP) e os encontros prosseguiram; no entanto, outros desafios viriam.

Foi nesta época que Dom João Afonso de Miranda apresentou o documento Evangelli Nuntiandi ao padre Jonas, orientando-lhe quanto à urgência da evangelização.

O estudo e prática deste documento levaram padre Jonas ao chamado decisivo. “Deus foi me movendo e dizendo que, no próximo encontro com os jovens, eu deveria propor-lhes um desafio”, afirma monsenhor Jonas que, naquele ano, desafiou os jovens a darem um ano de sua vida a Deus.

De um ‘sim’ corajoso, surgiu uma Canção Nova, cantada por homens e mulheres chamados a anunciar o Evangelho.

Veja também:

:: O papel das Novas Comunidades na Igreja

:: As Novas Comunidades, na visão de João Paulo IIe Bento XVI

:: Canção Nova é pioneira das Novas Comunidades no Brasil

Comentários