Série especial

Na terceira reportagem da série sobre as Novas Comunidades e os Movimentos Eclesiais – exibido pelo Telejornal Canção Nova Notícias -, você vai conhecer um pouco mais sobre a realidade das novas comunidades no Brasil. Elas surgiram no final da década de 70 e trouxeram um jeito novo de evangelizar, repleto de espontaneidade e radicalidade evangélica.

A primeira comunidade brasileira foi a Canção Nova, nascida na Diocese de Lorena (SP), em 1978, e fundada por padre Jonas Abib. Nos anos seguintes outras comunidades foram surgindo.

Assista à reportagem

O desejo de íntima comunhão com a Igreja tem levado as comunidades a buscarem a institucionalização. Embora com diferentes carismas, cada uma delas tem uma vivência comum de vida fraterna e de evangelização.

Para dar auxilio às novas comunidades foi criada a Fraternidade das Novas Comunidades. A formação dos membros dessa nova forma de vida é uma das prioridades da Fraternidade, justamente por se tratar de uma nova vocação na Igreja.

Veja também:

:: Reportagens mostram a realidade das Novas Comunidades, a obra Canção Nova e o Reconhecimento Pontifício

:: As Novas Comunidades, sob a visão de João Paulo II e Bento XVI

Comentários