A total entrega da vida ao serviço de Deus

Letícia Barbosa, da Redação

A vida missionária caracteriza-se pelo despojamento dos planos pessoais em favor da realização da vontade de Deus, na missão de anunciar o Evangelho.

A Comunidade Canção Nova é um local onde se encontram pessoas que sentem um chamado para doarem-se por inteiro em favor do Senhor. Exemplo dessa entrega são os missionários Magda Ishikawa e André Florêncio.

Magda, André e o chamado à Canção Nova

A jovem Magda, que sentiu o chamado quando tinha apenas 15 anos de idade, relutou ao dar uma resposta a Deus. Após compreender os desígnios do Senhor e conhecer a Canção Nova, decidiu entregar-se totalmente aos planos do Criador, pois “seja qual for o chamado, será sempre um pedido de entrega total”.

Já a história de André com a Canção Nova aconteceu quando ele tinha 23 anos de idade. O jovem já trabalhava com música e se aproximou da comunidade ao gravar um jingle para a frente de missão de São Paulo (SP). Na época ele já estava engajado nos trabalhos pastorais, mas sentia algo diferente quando estava próximo desta obra de Deus. Iniciou o caminho vocacional, mas não o levou adiante. Após sentir-se inquieto quanto à vocação, retornou ao caminho vocacional até ingressar na comunidade.

Ambos buscaram descobrir qual estado de vida pertencia quando ingressaram na comunidade. Magda tinha uma afinidade pelo celibato, mas Deus revelou que era chamada ao matrimônio. Ao conhecer André Florêncio, ela interessou-se por ele e em uma decisão livre ambos optaram construir a vida juntos.

Todo esposo e esposa são chamados a paternidade e maternidade. Com André e Magda não foi diferente, entretanto a primeira gravidez de Magda foi interrompida por uma perda, mas na segunda gestação Deus presenteou o casal com Miriam. Há um mês e meio Magda descobriu que “ser mãe é se entregar totalmente ao próximo”.

Magda, Andre e Miriam - Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Magda, Andre e Miriam – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A vida dedicada ao serviço de Deus

Assim como André e Magda, mais de mil e 300 histórias de doação e entrega a Deus compõem a comunidade Canção Nova e foram renovadas nesta terça-feira, 2, às 18h30, com uma Celebração Eucarística presidida por monsenhor Jonas Abib no Santuário do Pai das Misericórdias.

Na reflexão do Evangelho, o fundador da Comunidade Canção Nova comparou os membros da comunidade como a prata que precisa ser refinada.

“Nós somos pratas da casa para o Senhor e Ele precisa nos refinar. Esse refinar da prata exige muito silêncio e atenção”, frisou o sacerdote.

O monsenhor também fez alusão a renovação do compromisso dos missionários a refinação da prata e também convidou os presentes a viverem intensamente a missão de anunciar o Evangelho às nações e se dedicarem ao compromisso de vida fraterna.

Monsenhor Jonas Abib - Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Monsenhor Jonas Abib – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“A partilha e a transparência são realidades chaves para a conquista da fraternidade e convivência do dia a dia. Precisamos avançar na transparência uns para com os outros. Todos têm necessidade do amor puro dos seus irmãos e irmãs”, destacou o padre.

Logo após a homilia, os missionários dos respectivos graus de pertença se deslocaram próximo ao altar para renovarem o compromisso de entrega total da vida ao serviço de Deus.Aqueles que ainda estão nos primeiros anos de vida missionária também se deslocaram próximo ao altar para receberem oração.

Após este momento, o rito da missa deu continuidade sendo encerado com a benção de monsenhor Jonas Abib.

Confira os breves depoimentos de alguns missionários:

 

Comentários